sexta-feira, abril 9

William já não é Castor


O melhor marcador do Paços nas ultimas épocas abandonou o clube, e vai jogar no FC Anzhi Makhachkala da primeira divisão russa. Os problemas disciplinares terão contribuido para a saída imediata do jogador. No entanto, todo este processo fez com que o jogador saísse por um preço inferior ao do seu real valor.


Esta situação não é nova, uma vez que Cristiano e Ozeia acabaram por sair do mesmo modo. Compreende-se que se queira assegurar pelo menos algum encaixe financeiro para o clube. Mas é preciso por um ponto final neste tipo de novelas. É preciso colocar ordem nestes jogadores que chegam cá e pensam que podem fazer o que querem e bem lhes apetece.


Apesar de tudo, há que agradecer ao William as inumeras alegrias que nos deu, e que por certo não serão esquecidas, mesmo depois deste ultimo e triste episódio.

2 comentários:

Paços disse...

O jornal "A Bola" de hoje, refere que a verba recebida pelo William se "equipara ao montante investido por 80% do passe do atleta quando chegou a Portugal". Isto será verdade? Quer isto dizer que o Paços não teve lucro com a venda do melhor marcador da sua história na 1ª Divisão (a par de Leonardo e José Manuel)? Será coincidência o que se passou no jogo com o Belenenses e uma venda tão apressada do jogador? No fim da época não poderia ter rendido mais, perante a abertura de outros mercados que no momento se encontram encerrados ?

pe_ste_junior disse...

Penso que o Berlin é um bom avançado, e decerta forma penso que ele tem capacidades para substituir o William.

Força Paços & YB