terça-feira, março 8

Paços 0-0 Naval


Ineficácia e apito inclinado dão empate...

Embalado pelo excelente desempenho na Choupana, o Paços recebeu um dos últimos classificados da nossa liga. Rui Vitória, viu-se forçado a adaptar Nuno Santos a lateral esquerdo, tendo sido uma escolha algo agridoce. Se por um lado o jogador esteve menos bem ao nível da defesa, no apoio ao ataque o 17 do Paços cumpriu e ainda conseguiu arrancar um cartão vermelho para um adversário.

Se a equipa da Naval já não vinha com muitas ideias de disputar o jogo pelo jogo, com a expulsão de Carlitos, limitou-se a defender, explorar o contra-ataque e... apostar no anti-jogo...

Cabia então ao Paços contrariar tudo isto. Mas não conseguiu. Pizzi teve tudo aos 52 minutos para abrir o activo mas Salin (o melhor em campo) evitou o golo. Entraram Amond, Caetano e Nelson, mas a verdade é que tudo ficou na mesma. E com o passar do tempo, também o apito ia ficando cada vez mais inclinado para o lado da Figueira...

Com este resultado o Paços isolou-se no 4.º lugar com mais um ponto que o Vitória e menos 3 que o 3.º Sporting. O Paços volta a jogar esta sexta feira em Aveiro, frente ao Beira Mar.

1 comentário:

ZeMoreira disse...

Apesar de ser um hora um pouco má, a Curva YB esteve a bom nível!! Sinal de mudança?

Sexta, todos a Aveiro! Estádio de boas memórias!